CÓD.N08-S03-B-09-S01-69 ONLINE

A EDUCAÇÃO ANGOLANA NO PÓS-COVID-19: UM OLHAR DESDE A PSICOLOGIA DA RELIGIÃO

RESUMO

Sem margem para dúvidas, num milénio caracterizado por mutações gigantescamente imprevisíveis e imensuráveis, por complexas e múltiplas complicações, por emulações e concorrências, muitas vezes dispares, não é menos certo que a única característica permanente ou invariável em todo o marco convivencial e ou da actividade transformadora do homem, seja a constante mudança. Para a confirmação da anterior afirmação, basta uma lúcida observação de que a 31 de dezembro do passado ano de 2019, as autoridades sanitárias chinesas anunciaram à Organização Mundial da Saúde um cluster de pneumonia de desconhecida etiologia em funcionários e associados ao mercado de animais vivos na cidade de Wuhan, província de Hubei, na China. A 7 de Janeiro de 2020, cientistas chineses identificaram um novo coronavirus ou COVID-19 como o agente da etiologia da enfermidade. A actualização relativa à sequenciação genómica do novo vírus foi partilhada a nível internacional.  A partir do 12 de Fevereiro de 2020, a OMS tornou oficial a designação do vírus como “Sars-Cov-2”.  Em 11 de Março de 2020, o Diretor Geral da OMS declarou que o COVID-19 representava uma pandemia, tendo em consideração a que a pandemia tivera já infectado a mais de 118 000 pessoas,  estando em circulação em mais de 114 países. Desde esta percepção, não seria de duvidar de que uma clara contemplação dos dias presentes, associados às turbulências do dia-a-dia, deixa entrever que repentinos e surpeendentes acontecimentos tomam conta dos diferentes estados de desassossego, sendo, de entre outros, quadros endêmicos, epidêmicos e pandêmicos, emergentes e remergentes, podendo incluir a COVID-19 que, na humilde visão do presente autor, tão somente como um dos reflexos da precariedade e crise cósmica. Desde este postulado, pretende-se, com a pesquisa resumida na presente comunicação, trazer à luz do diálogo científico-religioso uma abordagem sobre o actual episódio pandêmico sob o tema: “A educação angolana no pós-COVID-19: um olhar desde a psicologia da religião”. Sob sustentação da pesquisa bibliográfica, dialogada com a documental, a comunicação pretende, como objectivo geral: Convidar a uma reflexão sobre a abordagem da educação angolana no pós-COVID-19 desde um olhar da psicologia da religião. Para o alcance do propósito e, considerando o seu inestimável grau de contagiosidade, o qual tem expandido um medo generalizado no seio da raça humana, influenciando e modificando a rotina do dia-a-dia das pessoas, foram considerados aspectos da vida práctica do homem, como por exemplo os antecedentes que fundamentam e convidam à mudanças educativas no pós-COVID-19, uma breve caracterização da infecção por coronavírus ou COVID-19, assim como as justificativas da necessidade de mudanças esperadas da educação angolana no pós-COVID-19. De entre o conjunto de conclusões, observou-se a necessidade de um repensar de educação com intervenções paradigmais educativos que combine perceber ao homem como ser biológico, ser psicológico, ser social e ser espiritual e, em especial para o pós-COVID-19, convida ao imperativo de uma educação baseada e orientada no amor a Deus e ao próximo.

 

Palabras clave

Educação pós-COVID-19 psicologia e religião.

Firmantes

Los autores de la ponencia

profile avatar

Francisco Casimiro Lubalo

Ver Perfil


Preguntas y comentarios al autor/es

Hay 0 comentarios en esta ponencia


Deja tu comentario

Lo siento, debes estar conectado para publicar un comentario.